PT | EN



Calendário:
Ciclo "Cultura Viva"
Data:
13/12/2019 19:00 - 20:00
Localização:

Descrição

ENTRADA LIVRE

Consulte AQUI a programação do ciclo CULTURA VIVA

Moços do Coro 
Formado e sediado na cidade do Porto, o ensemble Moços do Coro resulta da fusão de experiências profissionais e académicas que os seus 12 cantores e maestro combinam. Estes cantam em coros como o Coro Gulbenkian, o Coro A da Casa da Música, o Collegium Vocale Gent (de Philippe Herreweghe).
Este grupo, na sua génese, foi criado a fim de pôr em prática primordialmente Música Antiga e também Música Portuguesa, procurando divulgar e valorizar este património. No entanto, tem vindo a adaptar-se a muitas outras circunstâncias, com diversos registos e linguagens musicais.
Um testemunho desta dedicação e objectivos a trabalhar por esta formação é o concerto realizado no dia 1 de Julho de 2018 na Igreja de Santa Cruz em Coimbra. Concerto denominado “Da herança à criação”, teve como propósito fazer memória dos 400 anos da morte do compositor português D. Pedro de Cristo. Para este mesmo projecto, foram encomendadas quatro novas obras de compositores contemporâneos portugueses, a saber: Fernando C. Lapa, João Santos, Paulo Banaco e Eugénio Amorim.
O ensemble desenvolveu e apresentou também o projecto intitulado “O evangelho da Infância”. Fundamentado no evangelho de Lucas e Mateus e em diversas reflexões presentes no livro Catena Aurea da autoria de S. Tomás de Aquino, executou, por meio de um rico conjunto de obras renascentistas, dois concertos inteiramente dedicados à Música Sacra. Estes permitiram, por meio da Arte, dar a vivenciar todo o antecedente e precedente que circunda o mistério do nascimento de Cristo.
No decurso do ano de 2019, participa também no Ciclo Requiem de Coimbra, onde executa o Requiem a 6 de Duarte Lobo, em diálogo com motetes para a Quaresma de D. Pedro de Cristo.
Põe também em prática outros projectos como Erros meus, má Fortuna, Amor ardente. Tendo como inspiração várias passagens e poemas de Luís Vaz de Camões, cria-se uma antífona entre a declamação do actor Guilherme Gomes e a interpretação musical do ensemble Moços do Coro.

Sopranos: Daniela Matos; Raquel Mendes;
Altos: Ana dos Santos; Rute Simone Flores;
Tenores: André Lacerda; Carlos Meireles;
Baixos: Luís Neiva; Miguel Maduro-Dias
Maestro: Nuno Almeida

Moços do Coro Foto pós Herança à Criação mais pequena


voltar