NOVOS TALENTOS | LUÍS DUARTE & LÍGIA MADEIRA . Piano a 4 mãos

20 de FEVEREIRO 2016 . 17H00

Recitais apresentados de forma pouco convencional que terão lugar mensalmente no Café-Concerto do Teatro Rivoli pelas 17h00.

Bilhetes disponíveis através do link: http://www.teatromunicipaldoporto.pt 



Luís Duarte & Lígia Madeira
O duo Luís Duarte & Lígia Madeira vem desde 2008 a afirmar-se como um dos mais inovadores e criativos agrupamentos no panorama musical nacional, estabelecendo desde o primeiro momento um cunho de performance multifacetada. Fruto de uma profunda identificação artística e de um grande respeito interpretativo, o duo aposta na revelação de todo o potencial comunicativo da obra de arte e no encontro de várias vertentes – da poesia à fotografia e à abertura cénica. Numa incessante procura de ligação ao público, de comunicação e de fascínio pelo ato de interpretar, Luís Duarte & Lígia Madeira mantêm, através de um rigoroso compromisso técnico e expressivo, uma intrépida busca pela pluralidade. Nos últimos anos o seu trabalho a 4 mãos apresenta-se em concerto em vários países, tendo ainda sido gravado para a Antena 2 – RTP. Na formação de 2 pianos, o duo apresentou-se ainda em colaboração com a Orquestra Sinfónica do Porto – Casa da Música sob a direção de Alessandro Crudele, e com Drumming – Grupo de Percussão, com quem estrearam a Sonata para 2 pianos e percussão “Les Octaves” de António Pinho Vargas, sob direção artística de Miquel Bernat. Compromissos futuros incluem concertos na formação de 4 mãos em Paris, bem como com o Coro Casa da Música sob a direção de Paul Hillier.

Luís Duarte
Natural de Espinho, efectuou os seus estudos musicais na Academia de Música de Espinho e na Escola Profissional de Música de Espinho sob a orientação do professor Fausto Neves, terminando o Curso de Prática Orquestral / Instrumento Piano com a classificação máxima. Concluiu em 2009 a Licenciatura em Piano na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto sob a orientação do professor Luís Filipe Sá com a classificação de 19 valores. Na mesma instituição, iniciou em 2009 os seus estudos de Mestrado em Interpretação Artística com a professora Madalena Soveral. Actualmente, encontra-se a efectuar os seus estudos de Mestrado em Ensino da Música na Universidade de Aveiro.
Admitido, em 2007, ao abrigo do programa Erasmus, na Franz Liszt Academy of Music - Budapest, estudou ainda Piano e Música de Câmara com os Professores Laszlo Baranyay e Rita Wagner, respectivamente.
Frequentou masterclasses com os professores Helena Sá e Costa, Sequeira Costa, Arbo Valdma, Josep Colom, Jacqueline Bourgès-Maunoury, Pedro Burmester, António Rosado, entre outros. Na área da Música de Câmara, tem sido orientado, entre outros, por Romain Garioud e Miguel Borges Coelho.
Laureado no Concurso Lopes-Graça em Tomar, foi-lhe também atribuído o prémio de “Melhor Aluno dos Cursos de Música da ESMAE” pelo Rotary Club Porto-Foz. Foi, durante 3 anos, bolseiro da Câmara Municipal de Espinho.
Apresentou-se em recitais a solo e em música de câmara em Portugal, Espanha, Hungria e Eslovénia, tendo sido ainda solista com a Orquestra da Escola Profissional de Música de Espinho, dirigida pelos maestros Cesário Costa e Pawel Przytocki e com a Orquestra Sinfónica do Porto – Casa da Música, sob a direcção do maestro Alessandro Crudele.
Tocou e gravou para a RDP - Antena 2, para a Rádio Nacional Eslovena e para a Classical Planet (programa Euroclassical). Em Julho de 2009 fez a primeira audição completa dos 5 Embalos de Fernando Lopes-Graça, bem como a estreia absoluta dos nº 1,2 e 3.
Integra frequentemente projectos da Casa da Música (com o Remix Ensemble e como pianista correpetidor do Coro Casa da Música) e exerce funções de pianista acompanhador e professor de piano na Escola Profissional de Música de Espinho e de pianista acompanhador na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto.

Lígia Madeira
Natural da Covilhã, onde iniciou os seus estudos musicais, Lígia Madeira ingressa em 1999 no Conservatório de Música do Porto na classe da Professora Maria José Souza Guedes, concluindo com 20 valores o Curso Complementar de Piano. Participou desde então em masterclasses orientadas por Helena Sá e Costa, Jörg Demus, Anne Queffélec, Jacqueline Bourgès-Maunoury, Pascal Devoyon, Sequeira Costa, Vitali Margulis, entre outros.
Foi admitida, ao abrigo do programa Erasmus, na Academia de Música Franz Liszt - Budapest, onde estudou com o Professor István Lantos. Concluiu a licenciatura em Piano na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto sob a orientação de Madalena Soveral com a classificação de 19 valores, com quem prosseguiu estudos de mestrado em Interpretação Artística. Paralelamente frequentou o Posgrado de Piano no Conservatório Superior de Música de Zaragoza sob a orientação de Josep Colom, Dominique Weber e Elisabeth Leonskaya, e em 2014 conclui o mestrado em Ensino de Música na Universidade de Aveiro.
Distinguida com o 1º prémio nos concursos “Maria Christina Lino Pimentel” e “Prémio Helena Sá e Costa”, foi ainda laureada em vários concursos como o “Prémio Jovens Músicos da RDP – Música de Câmara” (3º prémio – nível superior), “Concurso Nacional de Piano Maria Campina” (2º prémio sem atribuição de 1º), “Concurso Interno do Conservatório de Música do Porto” (2º prémio) e apoiada por uma bolsa de estudo da “Yamaha Music Foundation of Europe”.
Apresentou-se, enquanto solista, com a Orquestra Sinfónica da ESMAE e com a “Orquestra Sinfónica do Porto – Casa da Música” sob direção dos maestros Rodolfo Saglimbeni e Alessandro Crudele, respectivamente. Gravou para a Antena 2 (RDP) e tem apresentado em vários países o seu trabalho a solo e de música de câmara, desenvolvido com o conselho de músicos como Anne Queffélec, Ryszard Woicicki, Romain Garioud e Miguel Borges Coelho.
Para além da atividade performativa, leciona atualmente a disciplina de Piano no Conservatório de Música do Porto.